Dicas para escolher um Notebook Gamer Intermediário

Dicas para escolher um Notebook Gamer Intermediário

0

Você já considerou a compra de um notebook? Caso positivo, alguns fatores principais normalmente são a capacidade de levá-lo para qualquer lugar, seja em viagens ou reuniões, ou somente o fato de ter um dispositivo para usar no conforto do sofá ou outras partes da casa, diferente de um PC do tipo Torre/Desktop, que tem perdido espaço nos lares brasileiros.

Mas agora vem o dilema, se você é um gamer, comprar um notebook simples apenas pela mobilidade sempre irá te deixar com aquela sensação de “quero mais” ou até mesmo frustração, ao perceber que o chip gráfico da placa de video não roda quase nada.

É aí que entram os Notebooks Gamers intermediários. São máquinas leves, prezam pela portabilidade, geralmente possuem design menos chamativo podendo se misturar bem em reuniões de trabalho e por fim carregam placas de video com excelente poder de execução. É o caso por exemplo do notebook gamer Samsung Odyssey.

Mas afinal, o que você deve observar antes de efetuar a compra de um notebook gamer intermediário? Separei uma lista rápida para te auxiliar:

Portabilidade = peso
Isso mesmo, carregar um notebook, mesmo que numa mochila, não é tarefa para fracos e por mais que pareça tranquilo, uma hora você sentirá a diferença. Sendo assim, fique atento ao peso dos notebook gamers. Segundo a minha experiência, algo até 2,6 kilos é ideal, pois somado a outros itens na sua mochila não irá sobrecarregar tanto em tarefas do dia a dia, como ir e voltar da faculdade/trabalho.

Não caia na promessa da bateria eterna
Não vejo muitos comentários realistas neste ponto, mas eu tenho uma visão bem realista quanto a bateria de notebook gamers: não foi feita para durar. Ponto final! Todos sabemos que placas de video dedicada, como a GTX 1050 de 4GB DDR5 do Samsung Odyssey, consomem muita energia. Ela usa essa energia para processar os gráficos, então quando buscamos um notebook que dure horas fora da tomada e mantenha o desempenho alto estamos nos iludindo.

Mobilidade na minha opinião é o poder de levar esse dispositivo para outros lugares, mas não necessariamente o fato dele funcionar sem fonte externa. Se imagine indo para a casa de um parente, passar uns dias. Não tem tomada lá? Ou mesmo na recepção da faculdade. Não tem nenhuma tomada? Pois é, seja você um gamer ou um executivo, não conte com a bateria do notebook.

Mesmo sob uso intenso da ferramenta PowerMark num teste da equipe TecMundo, o Odyssey aguentou 3 horas ligado apenas na bateria.

Placa de Video de verdade
No passado, a Nvidia distribuía versões mais fracas de suas placas, otimizadas para Notebooks. Eram sempre finalizadas com a letra M, como por exemplo GTX 980M. O problema é que essa otimização visando reduzir consumo e aquecimento sempre sacrificaram desempenho.
Sendo assim, indico procurar Notebook Gamers que usem “placas de video de verdade”, ou seja, usem sua versão full de desktop mesmo. Isso já realidade graças a evolução da arquitetura usada pela Nvidia. Temos opções muito boas de entrada com a Nvidia GTX 750, versão de 4GB DDR5 no caso do Samsung Odyssey, que é mais ram do que a versão de entrada para Desktops por exemplo.

Joga o calor pra longe!
Os notebook gamers intermediários podem ter um design mais ” disfarçado”, não exibindo grandes entradas ou saídas de ar. É aqui que você tem que ficar de olho, pois o calor dos componentes internos acarreta em travamentos e diminuição da vida útil do processador e placa de video dedicada. Atente-se a notebooks que tenham boas áreas de entrada de ar e cuja saída seja apontada para trás. Eu tive um notebook com placa dedicada que jogada o calor para a esquerda do device, então você pode imaginar como era tentar descansar o braço no intervalo de uma partida ou outra.

Expandir e conquistar
Notebooks nunca foram aparelhos onde o consumidor era encorajado para abrir e mudar componentes. No caso de notebook gamers, a realidade ainda não mudou muito. Mas alguns já permitem a adição de memória ram e a inclusão de um SSD, que deixa o boot do sistema e carregamento dos jogos muito mais rápido.
No caso do Samsung Odyssey, esse upgrade é feito removendo sua tampa inferior, que possue a tecnologia hexaflow para melhoria da entrada de ar.

Essas foram as minhas dicas para a compra de um notebook gamer intermediário, ou seja, seu parceiro de games médios como League of Legends, Overwatch, Batman e outros, com custo menor que as versões high end absurdas, que não cabem numa mochila e pesam mais de 3 kilos. Ficou com dúvida? Deixa seu comentário!

About author
Equipe Geek Vox

Equipe Geek Vox

Doug Oliveira & Rodrigo Maroto. Os Geeks que dão voz ao Geek Vox! OUÇA NOSSO PODCAST EM: http://geekvox.com.br/geek-vox/