Menu

Geekology: o pulo do Mario

08 março 2017,   By ,   0 Comments

Queridos geeks, hoje resolvemos falar de algo que muitas vezes passa despercebido por nós, que crescemos dentro do universo dos games: o pulo do Mario. Afinal, fomos alfabetizados dentro da linguagem do videogame; antes mesmo de sabermos falar um bom português, já estávamos com um joystick na mão. Hoje em dia, apesar de a nossa geração discutir o conceito de arte em games, ganhar milhões de dólares no universo dos games, seja no League of Legends ou o exemplo do jovem bem-sucedido Igor Kurganov em outros jogos, todos nós provavelmente começamos nesse mesmo lugar: colocando o personagem da Nintendo para pular.

O encanador italiano mais conhecido de todos os tempos, como a maioria dos geeks aqui deve saber, começou sua trajetória há mais de 30 anos, no já distante ano de 1981, no jogo Donkey Kong. Foi lá que Mario (ou Jumpman, como era chamado) deu seus primeiros pulos, e é esse mesmo pulo que o mantém como uma das maiores franquias da indústria.

Mario no jogo Donkey Kong

Primeiramente, todo e qualquer jogo do Mario é sobre pular. Já parou para pensar nisso? Nada, absolutamente nada que acontece nos jogos não passa pela habilidade de pulo. É a mecânica básica do jogo; o ponto de partida de toda e qualquer interação que o personagem tem com o mundo ao seu redor. Seja para conseguir moedas, interagir com blocos, derrotar inimigos, o pulo é a forma que Mario faz tudo que deve fazer. No universo dos jogos, essa mecânica básica é chamada normalmente de “verbo”. O verbo nada mais é do que a reação no jogo de um comando específico de um botão. Se eu aperto A e o personagem pula, este é meu verbo.

É justamente por causa desse verbo tão básico, pelo menos na nossa visão de gamers mais experientes, que a franquia da Nintendo se mantém até hoje como um dos gigantes da indústria. Afinal, se é só sobre o pulo, o que muda de jogo em jogo? Bom, certamente não é uma profundidade narrativa, ou uma mudança drástica no tom e gênero de cada parte da franquia. Não vai ser um Super Mario no estilo de Grand Theft Auto que vai trazer a novidade para cada título do catálogo do personagem.

Mario pulando Super Mario Bros Snes

O grande mérito desse verbo tão simples é sua versatilidade. Tudo bem, que você ao apertar A faz o Mario pular nós já entendemos. Só que se você apertar A por mais tempo, ele pula mais alto. Se você aperta duas vezes em sucessão, ele pula duas vezes. Se combinar com outro movimento, ele dá uma “bundada” no chão. O verbo em si – A para pular – faz muito pouco. É a essência do jogo, mas porque estes verbos se misturam com todas as outras variáveis, como outros verbos e direcionais, por exemplo, temos um leque gigantesco de ferramentas para aplicar em cada situação apresentada pelo jogo. É essa versatilidade de uma mecânica tão básica e enraizada na construção do jogo que faz do principal mascote da Nintendo um gigante no universo dos games.

Mais do que a versatilidade, os desenvolvedores da Nintendo tem uma coisa crucial em mente: entender e saber fazer todas as combinações desse verbo não são cruciais para que um jogador conclua um determinado jogo. Um entendimento básico do pulo permite que todos aqueles que se interessarem pelo jogo possam terminá-lo. O entendimento avançado, a precisão na execução dos movimentos são um bônus para os que estão dispostos a investir mais tempo na compreensão do jogo, seja para conseguir todas as estrelas no Super Mario Galaxy, ou para abrir todos os caminhos da estrela (Star Road) no Super Mario World.

Mario 3D

O pulo do Mario nada mais é do que uma mecânica simples encrustada tão profundamente dentro do conceito narrativo da série que se torna quase imperceptível. Pular é, e sempre será, a forma de Mario conhecer o mundo e vencer os seus obstáculos. A cada item que o Mario coleciona, seja a pena, ou o cogumelo, o pulo dele vai se modificar, seja no alcance ou duração, e só isso já adiciona uma nova dinâmica àquele momento do jogo.

Esse simples verbo é a definição do que é o Mario, e através das décadas, só vimos mais e mais variáveis em cima dessa mecânica essencial. Mal posso esperar pelas novas formas de abordagem que os brilhantes desenvolvedores da Nintendo trarão para essa mecânica tão consagrada.

Curtiu o post de hoje sobre a importância e versatilidade do pulo do Mario? Conte mais curiosidades, compartilhe a sua opinião, deixe sugestões para o próximo Geekology! Quer um pouco mais da obra? Aqui no Geek Vox já rolou até galeria de fotos do backstage da produção, confere aqui no link.

Equipe Geek Vox on EmailEquipe Geek Vox on FacebookEquipe Geek Vox on TwitterEquipe Geek Vox on Youtube
Equipe Geek Vox
Doug Oliveira & Rodrigo Maroto. Os Geeks que dão voz ao Geek Vox!

OUÇA NOSSO PODCAST EM: http://geekvox.com.br/geek-vox/
blog comments powered by Disqus
OUÇA NOSSO PODCAST!
ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
MAIS ACESSADOS
Pular para a barra de ferramentas