Review: Assassin’s Creed Liberation HD para Xbox 360

Review: Assassin’s Creed Liberation HD para Xbox 360

0

A aclamada série Assassin’s Creed, da Ubisoft é muito conhecida pela qualidade de seus jogos. Mecânica, enredo, gráficos e combates. Tudo funciona muito bem, seja para o PS Vita ou para consoles de mesa.

Recentemente, Assassin’s Creed Liberation, lançado originalmente para o PS Vita, chegou ao Xbox 360 e PC, em uma versão HD. Gráficos remasterizados em uma jogabilidade que não perde em nada para sua última edição, Black Flag.

Em Assassin’s Creed Liberation você assume o controle de Aveline de Grandpré, uma mulher de origem afro-francesa que busca justiça nas ruas de Nova Orleans em 1780.

Gráficos

Para um jogo “remasterizado”, os gráficos estão muito bons. O trabalho da equipe de produção durante o port deve ter sido intenso, pois não me senti incomodado ao jogar, mesmo sabendo que no momento estou com Assassin’s Creed Black Flag em mãos. Claro que não é a mesma qualidade, mas também não é ruim.

O video abaixo, da Gamespot chega a assustar, de tão diferente que ficaram as versões Xbox 360 e PS Vita:

Jogabilidade

Um dos pontos mais fortes do jogo. Você deve trocar de estilo com Aveline, escolhendo entre Assassina, Escrava ou Madame. Cada estilo confere habilidades e pontos negativos diferentes.
Jogando de Assassina, você está constantemente chamando a atenção de soldados e por consequência, se metendo em brigas desnecessárias. Claro que neste modo, você tem a melhor performance em lutas.
Já como escrava, você consegue infiltrar-se em prédios cheios de soldados ou fazendas escravagistas, quase sem ser notada. Sua habilidade de luta e parkour não é tão ruim, permitindo descer a porrada na galera sem dificuldades.
Por último, como Madame, você consegue seduzir guardas para te deixarem ir aonde quiser ou até mesmo te proteger de ladrões. Lutar não é uma opção interessante neste estilo, mas seu lado investigativo é beneficiado.

Enredo
Liberation corre em uma linha do tempo muito próxima ao Assassin’s Creed 3. Não quero dar spoilers, mas o enredo é com certeza muito rico em detalhes e intrigas. Um ponto diferente é que Liberation não faz parte das memórias de Desmond, protagonista da saga, mas sim algo criado pela Abstergo.

Minha conclusão
A chegada de Liberation nesta versão HD mostrou o respeito e força de vontade da Ubsoft com a série Assassin’s Creed. Deixar Liberation apenas no PS Vita teria sido um infeliz erro e o trabalho de remasterização coloca este jogo como um dos melhores da série.

 

 

About author
Equipe Geek Vox

Equipe Geek Vox

Doug Oliveira & Rodrigo Maroto. Os Geeks que dão voz ao Geek Vox!

OUÇA NOSSO PODCAST EM: http://geekvox.com.br/geek-vox/